Jovens africanos só confiam nos professores e nos médicos

por CÉU NEVES03 Dezembro 2009 – DN Portugal

Os jovens cabo-verdianos e angolanos que vivem em Portugal desconfiam da sociedade e só os professores e os médicos lhes merecem maior confiança, mais até do que o próprio grupo. Assim, para se integrarem, estes grupos usam as redes informais: os naturais de Cabo Verde apoiam-se na família, enquanto os originários de Angola recorrem às associações religiosas, conclui estudo sociológico (leia aqui a matéria completa)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s